Programação para o Curso de Férias 2018

Enny Parejo Atelier Musical

Cursos de verão 2018

Formação e atualização de professores

Informações e inscrições: enny.parejo@gmail.com

Ou com Danielle Bambace (11)99896 4468

Local dos encontros

ATELIER MUSICAL ENNY PAREJO

Praça Rodrigo Chassim, 42 – Jd. São Paulo – Metrô Jardim São Paulo – São Paulo

_____________________________________________________________________________________

Listagem e detalhamento de cursos oferecidos

Didática da Iniciação Musical Infantil – Módulo I

ideias e estratégias para musicalizar na faixa etária de 3 a 10 anos

Este curso tem por objetivos proporcionar ao participante vivências práticas e reflexivas

norteadoras para as aulas de música; orientar o caminho didático da iniciação musical infantil, na faixa

etária dos 03 aos 10 anos; discutir sobre a escolha de conteúdos e repertórios significativos para as

aulas; e ainda, refletir sobre um novo paradigma filosófico possível para fundamentar as ações em

Educação Musical, com base nas teorias da Complexidade e da Transdisciplinaridade.

Dirigido a: e ducadores musicais; professores de Música e Educação Artística; professores de creches,

Educação Infantil e Ensino Fundamental (com conhecimentos mínimos de música); estudantes de

Música, Educação Artística e Pedagogia e demais interessados em música como um caminho para o

desenvolvimento humano.

Datas e Horários: 06 a 09 de janeiro – sábado, domingo 2ª e 3ª feira, das 9h00 as 13h00

Conteúdos:

? PARÂMETROS PARA A ORGANIZAÇÃO DE ATIVIDADES MUSICAIS: Escuta, Expressão, Interação,

Contextualização.

? A ESCUTA MUSICAL E O AUTOCONHECIMENTO – O processo de escuta musical. Atitudes de

escuta. Escuta musical sensível e Estorinhas para ouvir. Escuta e movimento expressivo.

? PESQUISA E PRODUÇÃO SONORA/IMPROVISAÇÃO – Pesquisa sonora: sons vocais e

instrumentais, fontes sonoras, sons do ambiente. Sonorização. Produção sonora: criações

sonoras, partituração simbólica. Improvisação.

? INTRODUÇÃO À LEITURA E ESCRITA MUSICAL TRADICIONAL – Vivência de elementos de

linguagem e parâmetros sonoros por meio do movimento e de canções. Desenvolvimento da

acuidade auditiva. Elementos da rítmica e da melódica. Introdução à leitura e escrita.

Carga horária total: 16 horas

Investimento: $ 400,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 400,00

? Duas parcelas de $ 210,00 (uma no ato da inscrição, por depósito bancário, outra para 30 dias

com cheque pré-datado ou cartão)

Incluído no valor do curso: apostila, áudios, textos de fundamentação e apresentações do PowerPoint ,

a serem enviados por email.

Professora: Enny Parejo

Enny Parejo - Doutora em Educação-Currículo pela PUC de São Paulo. Bacharel em Piano pela Faculdade

Paulista de Arte (1984). Especialista em Pedagogia Musical pela pesquisa autodidata e pela participação

em diversos cursos (Brasil, França, Espanha e Áustria). Autora das obras “Musicalizar – uma proposta

para vivência dos elementos musicais” (São Paulo, 1987), “Estorinhas para Ouvir – aprendendo a escutar

música” (São Paulo, 2007) e de diversos artigos sobre educação musical em obras coletivas. Professora

da Pós Graduação em Educação Musical e da Licenciatura em música da FIC – FACULDADE INTEGRAL

CANTAREIRA. Professora da ONG Músicos do Futuro. Coordenou o Departamento Infanto-juvenil da

Universidade Livre de Música Tom Jobim do Estado de São Paulo, de 1994 a 1998. Elabora cursos para

formação e atualização de professores de música e ensino fundamental que vêm sendo ministrados em

diversos espaços da capital, do interior paulista e de outros estados.

Dirige o ENNY PAREJO ATELIER MUSICAL.

Enny Parejo Atelier Musical

Introdução à Prática Instrumental Orff

Creio que em todo homem há algo de artista…

Esse algo pode ser sepultado ou desenvolvido…

Minha meta pedagógica sempre foi

descobrir no homem este artista

escondido e despertá-lo.”

Carl Orff

Este curso tem por objetivo introduzir o participante à técnica elementar dos instrumentos de plaqueta(xilofones e metalofones), avaliar sua aplicabilidade ao processo de musicalização em nossa realidade, e

compartilhar ideias para fazer arranjos simples envolvendo esses instrumentos, assim como aos da

pequena percussão.

Conteúdos

? Atividades integrativas de aquecimento;

? Técnica elementar de baquetas;

? Técnica elementar dos instrumentos de plaquetas;

? Noções de manulação;

? Técnicas do Schulwerk para a elaboração de arranjos: nota pedal, bordão, ostinato;

? Aplicação dessas técnicas a canções e ritmos brasileiros com base no encadeamento IV, V, I;

? Tessitura dos instrumentos;

? Modelos de improvisação.

Dirigido a: professores e estudantes de música, educação artística; demais interessados com algum

conhecimento de leitura musical.

Datas e Horários: 06 a 09 de janeiro – sábado, domingo 2ª e 3ª feira, das 14h30 as 18h30

Carga horária total: 16 horas

Investimento: $ 400,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 400,00

? Duas parcelas de $ 210,00 (uma no ato da inscrição, por depósito bancário, outra para 30 dias

com cheque pré-datado ou cartão)

Incluído no valor do curso: 1 apostila

Professora: Enny Parejo

Enny Parejo - Doutora em Educação-Currículo pela PUC de São Paulo. Bacharel em Piano pela Faculdade

Paulista de Arte (1984). Especialista em Pedagogia Musical pela pesquisa autodidata e pela participação

em diversos cursos (Brasil, França, Espanha e Áustria). Autora das obras “Musicalizar – uma proposta

para vivência dos elementos musicais” (São Paulo, 1987), “Estorinhas para Ouvir – aprendendo a escutar

música” (São Paulo, 2007) e de diversos artigos sobre educação musical em obras coletivas. Professora

da Pós Graduação em Educação Musical e da Licenciatura em música da FIC – FACULDADE INTEGRAL

CANTAREIRA. Coordenou o Departamento Infanto-juvenil da Universidade Livre de Música Tom Jobim

do Estado de São Paulo, de 1994 a 1998. Elabora cursos para formação e atualização de professores de

música e ensino fundamental que vêm sendo ministrados em diversos espaços da capital, do interior

paulista e de outros estados. Dirige o ENNY PAREJO ATELIER MUSICAL.

Enny Parejo Atelier Musical

Contos Dançados: Uma vivência em EURITMIA

No conto “A ‘Época do Verão” todos serão convidados a entrar na roda e a participar,

transformando o espaço permeado de música pentatônica num ambiente pleno de imagens construídas

em conjunto. As palavras carregam em si as imagens e é possível para a criança e também para o adulto

ou educador que a acompanha participar ativamente da proposta, de maneira a tornarem verdadeiro o

que ouvem. A música, por sua vez, traz as diferentes atmosferas: alegria, tristeza, júbilo, contemplação,

expectativa, surpresa etc. A história é contada por meio de versos rimados o que confere um aspecto

rítmico extremamente saudável para as crianças em fase de desenvolvimento. Conquistas neurológicas

importantes ligadas à motricidade dos membros, à percepção espacial e à sociabilização são alguns dos

aspectos trabalhados.

Proposta: Serão abordados amplamente os elementos eurítmicos que foram utilizados, de forma a

contextualizar esta Arte de Movimento (Euritmia) na abordagem lúdica e pedagógica vivenciada pelo

grupo. Cada participante poderá trazer um pequeno conto (de preferência na forma de versos) ou uma

poesia para ser elaborado de maneira a transformá-lo num pequeno CONTO DANÇADO!

Dirigido a: professores e educadores ligados às atividades artísticas no Primeiro Setênio (primeiros sete

anos da criança).

Datas e Horários: 10 de janeiro – 4ª feira, das 9h00 as 13h00

Carga horária total : 4 horas

Investimento: R $ 100,00

Formas de pagamento :

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 100,00

? Pagamento no cartão: realizar depósito de 30% do valor por depósito bancário e pagar o

restante com cartão no dia do curso.

Incluído no valor do curso: um resumo sobre os elementos Eurítmicos relevantes utilizados na

elaboração de um Conto Dançado e uma lista com os principais títulos da literatura ligada a esta Arte de

Movimento no Brasil.

Professora: Marcella Ravena

Marcella Ravena Pinheiro - Formada pela Secção de Artes Oratórias e Musicais do Goetheanum, na

Suíça, desde 2008 realiza diversas Oficinas de Contos Dançados (Euritmia) dirigidas para crianças entre 4

e 6 anos de idade em diversos âmbitos culturais e pedagógicos, como na Programação Infantil do SESC

Pompéia e Vila Mariana e na Programação Família no MAM (Museu de Arte Moderna do Ibirapuera).

Atua como professora de Euritmia no Ensino Infantil de diversas escolas de Pedagogia Waldorf.

Enny Parejo Atelier Musical

MÚSICA PARA BEBÊS

repertório adequado às fases e habilidades da criança pequena

graduação de estímulo e atividades

Objetivos

? Proporcionar um desenvolvimento saudável;

? Graduar estímulos segundo fases e habilidades;

? Criar um ambiente tranquilo e agradável;

? Oferecer uma linguagem rica e expressiva;

? Oferecer o convívio com a MÚSICA.

Conteúdos:

? Sensibilização do profissional da educação para a compreensão do Desenvolvimento infantil:

conceitos básicos sobre o desenvolvimento da criança e impacto de ações na escola;

? Graduação de estímulos: como a música pode contribuir para a construção de um ambiente

favorável ao desenvolvimento e aprendizado da criança;

? Critérios e cuidados na definição de repertório baseado em conceitos do

desenvolvimento; canções e atividades adequadas às fases e habilidades da criança;

? Cuidar e educar – temas e conceitos.

Dirigido a: professores e estudantes de música; professores de educação infantil e creches; profissionais

de berçário, pais carinhosos e demais interessados em música e desenvolvimento humano.

Datas e Horários: 10 e 11 de janeiro – 4ª e 5ª feira, das 14h30 às 18h30.

Carga horária total: 8 horas

Investimento: $ 200,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 200,00

? Duas parcelas de $ 110,00 (uma no ato da inscrição, por depósito bancário, outra para 30 dias

com cheque pré-datado ou cartão)

Incluído no valor do curso: 1 apostila

Professora: Margareth Darezzo

Arte educadora, Compositora e Escritora.

Mestre em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos, Especialista em Psicologia

Infantil, com Extensão Universitária em Neuropsicologia: emoção e cognição;Aperfeiçoamento em

Neurociências, linguagem e aprendizado. Extensão em Neuropsicologia do desenvolvimento e suas

interfaces. Especialização em Neuroeducação – em andamento. Compositora do CD Canteiro- 2007,

Arranjos e Direção Musical de Pichu Borrelli, participação especial de Dominguinhos. Autora do livro

Canteiro – músicas para brincar – Editora Ática, 2011, que recebeu o Selo Altamente Recomendável na

categoria informativo pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, foi indicado ao Premio Jabuti

2012. Prêmio Funarte de Musica Brasileira 2012 . Autora do livro “Quem vem lá? Musica e brincadeira

para o bebê” – Editora Melhoramentos, 2015, Arranjos e Direção Musical de Pichu Borrelli. Compositora

do CD Canteiro Florescer – 2015, Arranjos e Direção Musical de Pichu Borrelli .

Observação importante: o curso não poderá ser filmado ou gravado.

Enny Parejo Atelier Musical

Musicalização para Bebês

A música permite ao bebê comunicar-se

com as pessoas e com o mundo…

O bebê estará totalmente entregue

às maravilhosas interações

que teremos com ele

em sua tenra infância.

A música e as brincadeiras criarão

uma cumplicidade afetiva…

O bebê desenvolverá autoestima,

autoconfiança e conquistará

facilmente seu lugar na vida social.

Este curso tem por objetivos discutir conteúdos e procedimentos didáticos utilizáveis na

sensibilização e estimulação musical de bebês; fundamentar a atividade de musicalização nessa faixa

etária; preparar o professor para atuar expressivamente e “improvisar” nas situações inusitadas que se

apresentam nas aulas com os pequenos; apresentar e discutir repertórios de canções, parlendas e

ritmos interessantes para promover a imersão sensorial do bebê no mundo da música, e, sobretudo,

abrir espaço para frutíferas trocas de experiências entre os participantes.

Dirigido a: professores e estudantes de música; professores de educação infantil e creches; profissionais

de berçário, pais carinhosos e demais interessados em música e desenvolvimento humano.

Datas e horários: 11 a 14 de janeiro, 5ª, 6ª, sábado e domingo, das 9h00 as 13h00.

Carga horária total: 16 horas

Conteúdos:

? O bebê e a música: aspectos neurológicos e psicológicos do desenvolvimento infantil – literatura

especializada;

? A atitude do professor: observação, interação e comunicação;

? A estimulação multissensorial do bebê: auditiva, visual, tátil e motora;

? A importância do toque e da escuta da voz materna para o desenvolvimento afetivo do bebê;

? Estratégias didáticas privilegiadas: canções para tocar o bebê, apresentação de instrumentos e

fontes sonoras interessantes;

? Organização das aulas de música e do currículo;

? A preparação de mamães, babás e acompanhantes para atuar musicalmente com o bebê.

Investimento: $ 400,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 400,00 ou

? Duas parcelas de $ 210,00 (uma no ato da inscrição, por depósito bancário, outra para 30 dias

com cheque pré-datado)

Incluído no valor do curso: 1 Apostila, 1 CD, envio por email de textos e apresentações do PowerPoint

de fundamentação da proposta.

Professora: Enny Parejo

Enny Parejo - Doutora em Educação-Currículo pela PUC de São Paulo. Bacharel em Piano pela Faculdade

Paulista de Arte (1984). Especialista em Pedagogia Musical pela pesquisa autodidata e pela participação

em diversos cursos (Brasil, França, Espanha e Áustria). Autora das obras “Musicalizar – uma proposta

para vivência dos elementos musicais” (São Paulo, 1987), “Estorinhas para Ouvir – aprendendo a escutar

música” (São Paulo, 2007) e de diversos artigos sobre educação musical em obras coletivas. Professora

da Pós Graduação em Educação Musical e da Licenciatura em música da FIC – FACULDADE INTEGRAL

CANTAREIRA. Coordenou o Departamento Infanto-juvenil da Universidade Livre de Música Tom Jobim

do Estado de São Paulo, de 1994 a 1998. Elabora cursos para formação e atualização de professores de

música e ensino fundamental que vêm sendo ministrados em diversos espaços da capital, do interior

paulista e de outros estados. Dirige o ATELIER MUSICAL ENNY PAREJO.

Enny Parejo Atelier Musical

Handbells Brasil

Uma experiência internacional

O projeto Handbells Brasil, criado em 2016, é um projeto de prática de sinos desenvolvido no

Brasil após a participação da educadora Bruna Marinho no Intercâmbio cultural e musical Música nas

Igrejas dos Estados Unidos pela Lebanon Valley College, Pennsilvania-EUA. Por meio do referido projeto,

a prática de sinos tem sido conhecida pelo Brasil e tem encantado cada vez mais os brasileiros.

Por meio da prática de sinos tonechimes com repertórios variados, para todos os níveis de leitura

musical e para pessoas sem leitura musical e por meio de diversas metodologias a serem aplicadas de

maneira diversas, este workshop promove uma experiência internacional, inovadora e surpreende ao

participante com a prática de sinos, modalidade esta que está chegando no Brasil e encantando cada vez

mais a todos. Conhecimento musical e habilidades motoras individuais são respeitados e não é preciso

ter experiência anterior e nem leitura musical, porém, esta contribui para um maior aproveitamento.

Redes Sociais do projeto para os interessados terem acesso:

Facebook.com/handbellsbrasil

Instagram: @handbellsbrasil

e-mail: handbellsbrasil@gmail.com

Objetivo geral

? Oficina de prática de sinos tonechimes

Objetivos específicos

? Ensinar a manusear os sinos;

? Possibilitar a experiência com o instrumento;

? Promover o crescimento cultura musical da cidade;

? Apresentar uma nova modalidade musical;

? Divulgar a prática de sinos.

Conteúdos:

? História do Handbells Brasil;

? História dos sinos: tonechimes;

? Metodologias e práticas;

? Criações e aplicações musicais;

? Leitura Musical: notação;

? Técnica;

? Coro de sinos

? Repertório

Dirigido a: estudantes de música, professores, educadores musicais, artistas, músicos e demais

interessados.

Datas e horários: 12 de janeiro, 6ª feira das 14h30 as 18h30

Carga horária total: 4 horas

Investimento: $ 100,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 100,00

? Pagamento no cartão: realizar depósito de 30% do valor por depósito bancário e pagar o

restante com cartão no dia do curso.

Observações importantes: Serão feitos registros fotográficos e vídeos que serão compartilhados

posteriormente com os alunos e nas redes sociais do projeto. Os alunos deverão assinar uma

autorização de uso de imagem que será entregue pela responsável, assim como, receberão um crachá e

um imã personalizados.

Professora: Bruna Marinho

Bruna Marinho iniciou seus estudos musicais aos 12 anos de idade na Escola Técnica de Música e Dança

‘’Ivanildo Rebouças da Silva’’ com técnico de Piano Erudito.Em seguida, iniciou os estudos de graduação

em Licenciatura em Música pela Universidade Católica de Santos. Atualmente, Bruna atua como

professora de música e como coralista do Coral Municipal Zanzalá. Em janeiro de 2016 e 2017, Bruna

participou do Intercâmbio promovido pela Instituição americana Lebanon Valley College – Pennsilvania -

EUA como bolsista. Neste intercâmbio, Bruna teve a oportunidade de aprimorar-se como pianista,

professora de música e conhecer a prática de sinos. Em 2016, fundou o Handbells Brasil e hoje

desenvolve atividades de prática de sinos pelo país sendo representante da empresa Malmark Bell

Craftman Inc.

Enny Parejo Atelier Musical

Era uma vez

Um pouco de teoria e muita prática!

Todos apreciam uma boa história, mas muito pouca gente conhece o valor real dela. Muitos que

a usam para diferentes fins, como entreter, despertar a atenção ou descansar a mente, ignoram que,

mesmo quando usada com estes objetivos em vista, a história é um elemento poderoso na formação do

caráter daqueles que a ouvem. [...] Podemos afirmar que o valor real da história é ser instrumento

educativo e deste ponto de vista, atende às necessidades humanas em todos os seus aspectos (CHAVES,

1963, p. 21).

As histórias encantam as crianças; possibilitam a reflexão sobre a vida e os desafios dessa

mesma vida; também estimulam a expressão verbal, aquisição e compreensão de novas palavras, além

de ser um momento muito divertido. Ouvir histórias desperta o gosto pela leitura, possibilita

compreender o entorno, o mundo em que se vive e as relações humanas.

Acreditando na importância do faz-de-conta, da fantasia, do encantamento da hora do conto

para o desenvolvimento da criança, o Atelier Musical Enny Parejo promoverá a oficina que pretende

levantar algumas questões acerca do processo criativo, da performance narrativa do contador de

histórias. Partiremos da exploração da ideia de corpo que narra, do texto que propõe imagens a partir

da experiência do narrador e do objeto como elemento externo que complementa a narrativa.

Dirigido a : professores de música, professores da Educação Infantil, cuidadores, pais e interessados em

geral.

Datas e horários: 13 de janeiro, sábado, das 14h30 as 18h30.

Conteúdos:

? Dinâmica de abertura;

? Orientações sobre a escolha do repertório de histórias (livros, textos, histórias folclóricas,

histórias de memória ou criadas pelos participantes);

? Exercícios para voz e corpo;

? Criação da performance de uma história, utilizando corpo, texto ou objeto;

? Montagem de cenários.

Carga horária total: 4 horas

Investimento: $ 100,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 100,00

? Pagamento no cartão: realizar depósito de 30% do valor por depósito bancário e

pagar o restante com cartão no dia do curso.

Incluído no valor do curso: 1 apostila

Professora: Raquel Braga

Raquel Braga Iniciou sua trajetória aos cinco anos. Pesquisadora na área de Educação e Cultura Popular,

atualmente é contadora de histórias no colégio Vértice e coordenadora do Atelier Musical Infantil Enny

Parejo. Formou-se em Pedagogia, licenciatura em Música e é pós-graduada em Educação Musical e

Contação de Histórias. Estudou com Ari Colares, Antônio de Nóbrega, Enny Parejo, Iramar Rodrigues,

Carlos Miróz, Marli D’Ávilla, Lu Nagumo, Beth Amin e Silvia Pinho. Em 2010 viajou com um grupo de

cantores para o Chile, apresentando-se em algumas universidades e instituições. Em 2015 desenvolveu

um projeto musical com a banda Estampa Fina com foco na música popular brasileira. Recentemente

esteve em Amã (Jordânia) desenvolver um trabalho musical em um centro comunitário que atende

crianças refugiadas do Iraque, Síria e Egito. Em outubro de 2017 viajou para o Peru, acompanhando a

profa Dra Enny Parejo, onde apresentou-se na Universidade de Tacna e também desenvolveu um

trabalho de formação continuada em contação de histórias com professores da rede pública e particular

das cidades de Ilo, Moquegua e Arequipa. Cantora de MPB faz um extenso trabalho vocal com a cantora

e professora da Escola Municipal de Música Maria Lucia Waldow (Malu); desenvolve um projeto solo em

parceria com Mariane Carvalho – uma das produtoras da cantora Luiza Possi.

Enny Parejo Atelier Musical

Ateliê de Movimento: Laban e Educação Musical

Este workshop tem por objetivo sensibilizar e desenvolver no educador habilidades expressivas

e criativas relacionadas ao movimento, ao corpo e ao espaço. O encontro é feito de práticas corporais

acessíveis a todos os corpos nas quais são introduzidos princípios da coreologia desenvolvida por Rudolf

Laban.

Rudolf Laban nasceu em 1879 no império austro-húngaro. Bailarino e coreógrafo, foi uma figura

marcante no período expressionista da História da Dança e, exerce influência sobre a dança

contemporânea em vários aspectos. Um dos trabalhos mais extensos de Laban foi a sistematização de

uma análise de movimento, denominada COREOLOGIA (ciência/ estudo da dança) que é aplicada á

várias áreas de conhecimento, incluindo a Educação Musical.

Conteúdos:

? Introdução à Coreologia desenvolvida por Rudolf Laban : corpo, espaço, expressividade;

? Princípios de organização corporal;

? Improvisação em dança e composição coreográfica;

? Corpo cênico X corpo cotidiano;

Dirigido a: professores e estudantes de música, artes, pedagogia e demais interessados que gostem de

se movimentar.

Datas e Horários: 15 e 16 de janeiro, 2ª e 3ª feira, das 9h00 às 13h00

Carga horária total: 8 horas

Investimento: $ 200,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 200,00

? Duas parcelas de $ 110,00 (uma no ato da inscrição, por depósito bancário, outra para 30

dias com cheque pré-datado ou cartão)

Incluído no valor do curso: materiais de apoios que serão disponibilizados via email.

Professora: Melina Sanchez

Melina Sanchez – Bailarina e educadora, graduou-se em Terapia Ocupacional pela UFSCar e é mestre em

Educação pela mesma universidade.. Especializou-se em Dança-Educação pelo Trinity Laban e deu

continuidade a estes estudos nos cursos de Formação em Laban e Didática da Dança, ministrados por

Isabel Marques no Caleidos Arte e Ensino e como bailarina na Caleidos Cia de Dança. De 2011 a 2014

atuou como Coordenadora Pedagógica da Escola de Dança de São Paulo (antiga Escola Municipal de

Bailado). Há dezoito anos vem ministrando aulas de dança para bebês, crianças, adolescentes adultos e

pessoas com necessidades especiais em cursos livres e em escolas de ensino regular. Foi professora no

curso de Licenciatura em Música da UFSCar e atua em vários projetos de educação continuada para

professores. Atualmente é professora nos cursos de Licenciatura e Pós Graduação em Educação Musical

da Faculdade Cantareira e colaboradora no Instituto Caleidos.

Enny Parejo Atelier Musical

ATELIÊ DE MOVIMENTO: Danças Circulares

Este workshop tem por objetivo sensibilizar o educador para a escuta de si, do outro e do grupo

por meio da prática de danças circulares. O educador participante terá oportunidade de construir um

repertório útil para ser desenvolvido em contextos de educação formal e não formal, sempre

respeitando limites e habilidades motoras individuais. Ao longo do encontro serão introduzidos

princípios e valores inerentes às Danças Circulares, que incluem identidade cultural, coletividade,

unidade, cooperação.

Conteúdos:

? Introdução à história, princípios e valores das Danças Circulares;

? Princípios de organização corporal;

? Repertório diversificado de danças circulares: média de oito coreografias.

Dirigido a: professores e estudantes de música, artes, pedagogia e demais interessados que gostem de

se movimentar.

Data e Horário: 15 e 16 de janeiro, 2ª e 3ª feira, das 14h30 às 17h30

Carga horária total: 6 horas

Investimento: $ 150,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 150,00

? Duas parcelas de $ 78,00 (uma no ato da inscrição, por depósito bancário, outra para 30 dias

com cheque pré-datado ou cartão)

Incluído no valor do curso: CD com música das danças. Será feito registro e vídeo para ser

compartilhado com o grupo.

Enny Parejo Atelier Musical

Propostas criativas para o uso da flauta doce em sala de aula:

Da exploração sonora e improvisações,

à introdução de práticas criativas para

o ensino das primeiras notas,

execução de canções e repertório variado

Esta oficina pretende vivenciar um conjunto de práticas pedagógicas que podem ser usadas

tanto com alunos iniciantes, quanto com alunos mais avançados, através de canções e repertório

tradicional brasileiro e de outros países, de diversas épocas, brincadeiras cantadas, jogos de exploração

sonora, pequenas improvisações, danças, cantos, entre outras. Através de experiências significativas e

momentos de reflexão, pretende-se demonstrar um caminho didático que incentive novas formas de

fazer e escutar música através das possibilidades expressivas da flauta doce, aliadas a um fazer musical

abrangente utilizando o canto e o corpo em suas práticas.

Observação : Cada participante deverá ter 1 flauta doce (podendo ser soprano, contralto, tenor, baixo ou

sopranino).

Conteúdos:

? Jogos de exploração sonora e pequenas improvisações;

? Propostas criativas no ensino das primeiras notas da flauta doce e da execução de canções do

repertório tradicional brasileiro e de outros países, com o uso da voz, do corpo, da percussão

corporal e de brincadeiras rítmicas e cantadas.

? Prática de repertório variado, abordando questões técnicas, musicais e interpretativas;

elaboração de arranjos utilizando-se das várias flautas, além de outros instrumentos

disponíveis, de acordo com o nível dos participantes.

Dirigido a: estudantes de música, educadores musicais e demais interessados na prática e na didática da

flauta doce.

Data e Horário: 17 de janeiro, 4ªfeira, das 9h00 as 13h00

Carga horária total: 4 horas

Investimento: $ 100,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 100,00

? Pagamento no cartão: realizar depósito de 30% do valor por depósito bancário e pagar o

restante com cartão no dia do curso.

Incluído no valor do curso: apostila com partituras utilizadas no curso

Professora: Cláudia Freixedas

Cláudia Freixedas - Educadora musical e flautista doce. Mestre em música pela ECA-USP, pós graduada

pela Anhembi-Morumbi, com especialização em Música Barroca pelo Conservatório Real de Haia.

Diretora Educacional da Associação Amigos do Projeto Guri e professora na Faculdade Integral

Cantareira-SP. Ministrou diversas oficinas sobre a didática da flauta doce: IA-UNESP; ABRORFF, FACFITO;

FLADEM (México e Montevidéu), ISME (Chile). Foi professora nos festivais de música de Londrina,

Curitiba e Juiz de Fora. Lecionou na Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA-SP) e na Faculdade

Alcântara Machado – FAAM-SP. Como concertista, atua em vários grupos como: Quarteto Fontegara,

Trio Sospirare, Doce Fole e Doces Diálogos que se apresentam em diversas salas de concerto executando

repertório de Música Antiga, Popular Brasileira e Contemporânea.

Enny Parejo

Atelier Musical

Oficina Histórias de Brincar

Conteúdo: Os encontros têm como objetivo aproximar o público da cultura popular brasileira, a partir

de histórias que são brincadas, dançadas e experimentadas através de cantigas, acalantos, brincos e

brinquedos da cultura da infância. E brincando, se constrói ao longo de cada oficina um lugar de

pertencimento e de identidade cultural. Os temas que fundamentam a pesquisa do grupo são Cultura da

Infância, Ciclos da Cultura Popular Brasileira (Carnaval, São João, Natal) e histórias de diferentes

matrizes (Indígena, africana e ibérica).

Dirigido a: educadores

Data e Horário: 17 de janeiro, 4ª feira, das 14h30 as 18h30

Carga horária total: 4 horas

Investimento: $ 100,00

Formas de pagamento:

? À vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 100,00

? Pagamento no cartão: realizar depósito de 30% do valor por depósito bancário e pagar o

restante com cartão no dia do curso.

Professoras: As Oficinas Histórias de Brincar surgiram em 2014 do encontro de educadoras, que vindo

de caminhos diferentes, perceberam na Cultura Popular o espaço para con uência entre educação,

teatro, música e dança. Sua equipe é formada por Flora Barcellos, Flora Poppovic e Marina Siqueira, e

pode contar também com a colaboração de outros educadores brincantes. O grupo já se apresentou em

diversas unidades do SESC (da capital e do estado de SP, e de outros estados do Brasil), em museus

como MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo), Museu da Língua Portuguesa, em lugares e eventos

como Ins tuto Brincante, Casa do Brincar, Livraria Cultura, Risadaria, Virada Sustentável 2015, e também

em creches e escolas.

Praça Rodrigo Chassim, 42Jd. São PauloMetrô Jardim São Paulo – São Paulo

Enny.parejo@gmail.com

Comments are closed.