Programação para o Curso de Férias 2017

ATELIER MUSICAL ENNY PAREJO

formação e atualização de professores

Local dos encontros

ATELIER MUSICAL ENNY PAREJO

Praça Rodrigo Chassim, 42 – Jd. São Paulo – Metrô Jardim São Paulo – São Paulo

Informações e inscrições: com enny.parejo@gmail.com

Luiz Quintiere Cel: (11) 976355724

Ou com Raquel Braga – (11)94167-9001 (whatsapp)

INTRODUÇÃO À PRÁTICA INSTRUMENTAL ORFF

Creio que em todo homem há algo de artista…

Esse algo pode ser sepultado ou desenvolvido…

Minha meta pedagógica sempre foi

descobrir no homem este artista

escondido e despertá-lo.”

Carl Orff

Este curso tem por objetivo introduzir o participante à técnica elementar dos instrumentos de plaqueta (xilofones e metalofones), avaliar sua aplicabilidade ao processo de musicalização em nossa realidade, e compartilhar ideias para fazer arranjos simples envolvendo esses instrumentos, assim como aos da pequena percussão.

Conteúdos

  • Atividades integrativas de aquecimento;
    • Técnica elementar de baquetas;
    • Técnica elementar dos instrumentos de plaquetas;
    • Noções de manulação;
    • Técnicas do Schulwerk para a elaboração de arranjos: nota pedal, bordão, ostinato;
    • Aplicação dessas técnicas às canções brasileiras baseadas no encadeamento IV, V, I;
    • Tessitura dos instrumentos;
    • Modelos de improvisação.

Dirigido a: professores e estudantes de música, educação artística; demais interessados com algum conhecimento de leitura musical.

Datas e Horários: 10 a 13 de julho, 2ª a 5ª feira, das 9h00 as 13h00

Carga horária total: 16 horas

Investimento: $ 400,00

Formas de pagamento:

  • A vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 400,00 ou
  • Duas parcelas de $ 220,00 (uma no ato da inscrição, outra para 30 dias com cheque pré-datado)

Incluído no valor do curso: 1 apostila

Professora: Enny Parejo

Enny Parejo - Doutora em Educação-Currículo pela PUC de São Paulo. Bacharel em Piano pela Faculdade Paulista de Arte (1984). Especialista em Pedagogia Musical pela pesquisa autodidata e pela participação em diversos cursos (Brasil, França, Espanha e Áustria). Autora das obras “Musicalizar – uma proposta para vivência dos elementos musicais” (São Paulo, 1987), “Estorinhas para Ouvir – aprendendo a escutar música” (São Paulo, 2007) e de diversos artigos sobre educação musical em obras coletivas. Professora da Pós Graduação em Educação Musical e da Licenciatura em música da FIC – FACULDADE INTEGRAL CANTAREIRA. Coordenou o Departamento Infanto-juvenil da Universidade Livre de Música Tom Jobim do Estado de São Paulo, de 1994 a 1998. Elabora cursos para formação e atualização de professores de música e ensino fundamental que vêm sendo ministrados em diversos espaços da capital, do interior paulista e de outros estados. Dirige o ENNY PAREJO ATELIER MUSICAL.

LABAN:

corpo e movimento na educação musical

Este workshop tem por objetivo introduzir princípios do coreógrafo e pesquisador de movimento Rudolf Laban a partir de práticas expressivas e criativas que integram movimento, corpo e espaço, acessíveis a todos os corpos.

Rudolf Laban foi uma figura marcante no movimento expressionista da História da Dança. Este bailarino e coreógrafo desenvolveu um estudo que possibilita a compreensão de elementos que estruturam a linguagem do movimento. Este estudo denominado Coreologia, oferece infinitas contribuições para o educador musical que sente necessidade de desenvolver a expressividade do seu corpo, bem como de fazer um uso mais consciente e criativo dos espaços nos quais atua.

Conteúdos

• Introdução à Coreologia desenvolvida por Rudolf Laban: corpo, espaço, expressividade;

• Princípios de organização corporal;

• Improvisação em dança e composição coreográfica;

• Corpo cênico X corpo cotidiano;

Dirigido a: professores e estudantes de música, artes, pedagogia, terapeutas e demais interessados que sentem necessidade e gostam de se movimentar.

Datas e horários: 10 e 11 de julho, 2ª e 3ª feira, das 14h30 as 16h30.

Carga horária total: 4 horas

Investimento: $ 100,00

Formas de pagamento: Depósito em conta do valor total no ato da inscrição.

Professora: Melina Sanchez

Melina Sanchez – Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, graduada em Terapia Ocupacional pela mesma universidade. Especializou-se em Dança-Educação pelo Trinity Laban (Londres) e LabanDidática da Dança no Caleidos Arte e Ensino (São Paulo). Foi coordenadora pedagógica da Escola de Dança de São Paulo (antiga Escola Municipal de Bailado- Teatro Municipal de São Paulo). Na interface entre Dança e Educação Musical atuou em projetos de extensão, pesquisa, e docência, bem como em projetos de educação continuada para professores. Foi professora no curso de Licenciatura em Música da UFSCar. Como bailarina, foi intérprete criadora da Caleidos Cia. de Dança (São Paulo) por 6 anos. Atualmente é professora do Curso Superior de Música e da Pós-graduação da Faculdade Cantareira e integra o Núcleo de Pesquisa em Coreologia no Instituto Caleidos.

ATELIÊ DE MOVIMENTO:

danças circulares na educação

As danças circulares são práticas que envolvem valores como cooperação, senso de coletividade, identidade e diversidade cultural - logo, são grandes contribuições para o educador que deseja ter recursos para desenvolver integração e sintonia de grupos. Por meio da prática de repertórios variado de danças circulares, este workshop promove sensibilização do participante para a escuta de si, do outro e do grupo. Limites e habilidades motoras individuais são respeitados e não é preciso ter experiência anterior com dança – basta vontade de estar na roda.

Conteúdos

• Introdução à história, princípios e valores das Danças Circulares;

• Princípios de organização corporal;

• Repertório diversificado de danças circulares.

Dirigido a: professores e estudantes de música, artes, pedagogia, terapeutas e demais interessados.

Datas e horários: 10 e 11 de julho, 2ª e 3ª feira, das 17h00 as 19h00.

Carga horária total: 4 horas

Investimento: $ 100,00

Formas de pagamento: Depósito em conta do valor total no ato da inscrição.

Incluído no valor do curso: 1 CD com música das danças. Será feito registro e vídeo para ser compartilhado com o grupo

Melina Sanchez – Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, graduada em Terapia Ocupacional pela mesma universidade. Especializou-se em Dança-Educação pelo Trinity Laban (Londres) e LabanDidática da Dança no Caleidos Arte e Ensino (São Paulo). Foi coordenadora pedagógica da Escola de Dança de São Paulo (antiga Escola Municipal de Bailado- Teatro Municipal de São Paulo). Na interface entre Dança e Educação Musical atuou em projetos de extensão, pesquisa, e docência, bem como em projetos de educação continuada para professores. Foi professora no curso de Licenciatura em Música da UFSCar. Como bailarina, foi intérprete criadora da Caleidos Cia. de Dança (São Paulo) por 6 anos. Atualmente é professora do Curso Superior de Música e da Pós-graduação da Faculdade Cantareira e integra o Núcleo de Pesquisa em Coreologia no Instituto Caleidos.

VIVÊNCIAS MUSICAIS

nas creches e escolas maternais  de Lyon (França)

Este workshop tem por objetivos compartilhar experiências de Educação Musical Infantil realizadas pela brasileira Rita Queiroz, na região de Lyon,  com crianças na faixa etária de 1 a 5 anos. A oficina abrirá aos paticipantes a possibilidade de discutir conteúdos e procedimentos didáticos por meio da exploração e produção de objetos sonoros; demonstrará processos de aprendizado por meio de vídeos das aulas com os pequenos e apresentará materiais didáticos interessantes para o processo de  musicalizar.

Dirigido a: professores e estudantes de música; professores de educação infantil e creches, profissionais de berçário, professoras de escolas maternais e demais interessados em música e desenvolvimento humano.

Datas e horários : 15 de julho, sábado, das 9h00 as 13h00.

Carga horária total: 4 horas

Conteúdos:

  • Trabalho musical realizado pelas crianças de 1 a 2 anos da creche  de Miribel (Região de Lyon),  através de temas diversos como : Carnaval, Elemento água, uso de livros, etc ;
  • Projeto musical Sonhos realizado pelas crianças da escola maternal em Couzon au Mont D’Or ;
  • Produção sonora realizado pelos alunos de iniciação musical da escola de musica de Miribel;
  • Projeto Vídeo Sonoro Lobo realizado pelas crianças da escola maternal em Rochetaillée ;
  • Atividade prática com objetos sonoros utilizados durantes as aulas de música com as crianças.

Investimento: $ 70,00

Formas de pagamento: Depósito em conta do valor total no ato da inscrição.

Incluído no valor do curso: 1 CD com material pedagógico utilizado nos vídeos e outras músicas para eventual exploração pedagógica.

Professora: Rita Queiroz

Rita Queiroz – Licenciatura Plena em Educação Artística com Habilitação em Música – FAPARTE em São Paulo (1987). Diploma pedagógico de Educação Musical Edgar Willems em Lyon (1998). Diploma Universitário de Musicien Intervenant na Universidade Paris-Sud II em Orsay-França (2007). Professora da rede oficial de ensino desde 2011, no cargo de assistante spécialisée en enseignement artistique (assistente especializada em ensino artítico). Atuou como professora de piano, formação musical e iniciação musical em diversos estabelecimentos da região de Lyon e Paris. De 2009 à 2011 foi professora de música na escola Rymea-Willems, em Lyon. Atualmente, é titular do cargo de musicienne intervenante nas cidades de Couzon au Mont D’Or e região de Miribel ministrando aulas nas creches, escolas maternais, primárias e escolas de música. Integra a Companhia Espace et Tempo utlisando o método O Passo de Lucas Ciavatta e o grupo de percussão corporal Lyon Body Music.

A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS

(ou Era uma vez…)

Um pouco de teoria e muita prática!

Todos apreciam uma boa história, mas muito pouca gente conhece o valor real dela. Muitos que a usam para diferentes fins, como entreter, despertar a atenção ou descansar a mente, ignoram que, mesmo quando usada com estes objetivos em vista, a história é um elemento poderoso na formação do caráter daqueles que a ouvem. [...] Podemos afirmar que o valor real da história é ser instrumento educativo e deste ponto de vista, atende às necessidades humanas em todos os seus aspectos (CHAVES, 1963, p. 21).

As histórias encantam as crianças; possibilitam a reflexão sobre a vida e os desafios dessa mesma vida; também estimulam a expressão verbal, aquisição e compreensão de novas palavras, além de ser um momento muito divertido. Ouvir histórias desperta o gosto pela leitura, possibilita compreender o entorno, o mundo em que se vive e as relações humanas.

Acreditando na importância do faz-de-conta, da fantasia, do encantamento da hora do conto para o desenvolvimento da criança, o Atelier Musical Enny Parejo promoverá a oficina que pretende levantar algumas questões acerca do processo criativo, da performance narrativa do contador de histórias. Partiremos da exploração da ideia de corpo que narra, do texto que propõe imagens a partir da experiência do narrador e do objeto como elemento externo que complementa a narrativa.

Dirigido a: Educadores, professores de música e professores que atuam na área da Educação Infantil.

Datas e horários: 14 de julho, 6ª feira, das 9h00 as 13h00.

Conteúdos:

  • Dinâmica de abertura;
  • Orientações sobre a escolha do repertório de histórias (livros, textos, histórias folclóricas, histórias de memória ou criadas pelos participantes);
  • Exercícios para voz e corpo;
  • Criação da performance de uma história, utilizando corpo, texto ou objeto;
  • Montagem de cenários.

Carga horária total: 4 horas

Investimento: $ 100,00

Formas de pagamento: Depósito em conta do valor total no ato da inscrição.

Incluído no valor do curso: 1 apostila

Professora: Raquel Braga

Raquel Braga é graduada em pedagogia, licenciada em música, especialista em educação musical. Faz especialização na Casa Tombada na área de literatura infantil e contação de historia. Participou de cursos na área de Educação e Música com renomeados professores: Iramar Rodrigues, Carlos Miróz, Enny Parejo, Josette Feres, Leila Vertamatti, Teca Alencar, Marly D’Ávila, Beth Amin, Mara Campos, Claudia Freixedas, entre outros. Compõe a equipe docente do colégio Vértice na área de música e contação de historia na Educação Infantil; faz parte da equipe do Atelier Musical Enny Parejo, coordenando o Atelier Musical Infantil; é colunista do Blog Mãe com Filhos. Cantora de MPB, e faz preparação vocal com as fonoaudiólogas Renata Gelamo e Silvia Pinho.

IMPROVISAÇÃO

Voz, Som e Movimento

Expressar, criar e improvisar são as palavras de ordem no campo das artes, na atualidade. Tais atividades oferecem o contraponto à visão excessivamente racionalista oferecida pelo paradigma tradicional em Educação.

Ser criativo é um imperativo no mundo contemporâneo; ter a capacidade de criar soluções de imediato para todas as situações desafiadoras que se apresentam no cotidiano é outra. No entanto, nem sempre como professores, estamos preparados para fazer face aos modelos impostos pela formação tradicional.

Em Música, preparar-se significa ser capaz de expressão direta e criativa, por meio da voz, do corpo, dos instrumentos musicais e de fontes sonoras diversas, livres da partitura e da reprodução do repertório já existente. Em Dança  significa…..

Esta oficina pretende sensibilizar o professor para processos de expressão, criação e improvisação, tão necessários ao incremento de sua prática.

Conteúdos

  • Atividades de integração envolvendo voz, som e movimento;
  • Pesquisa e produção sonora vocal e instrumental;
  • Pesquisa do movimento e do espaço;
  • Modelos de improvisação corporal, vocal e instrumental.

Datas e horários : 12 e 13 de julho, 4ª e 5ª feira, das 14h30 as 18h30.

Carga horária total: 8 horas

Investimento: $ 200,00

Formas de pagamento:

• A vista no ato da inscrição (por depósito bancário): $ 200,00

• 2 parcelas de $ 110,00 (uma no ato da inscrição, outra para 30 dias com cheque pré-datado, a ser entregue no 1º dia de oficina)

Incluído no valor do curso: Roteiros das aulas; Textos de fundamentação; registro em vídeo de momentos da oficina a serem compartilhados com o grupo.

Professoras: Melina Sanchez e Enny Parejo

Melina Sanchez – Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos, graduada em Terapia Ocupacional pela mesma universidade. Especializou-se em Dança-Educação pelo Trinity Laban (Londres) e LabanDidática da Dança no Caleidos Arte e Ensino (São Paulo). Foi coordenadora pedagógica da Escola de Dança de São Paulo (antiga Escola Municipal de Bailado- Teatro Municipal de São Paulo). Na interface entre Dança e Educação Musical atuou em projetos de extensão, pesquisa, e docência, bem como em projetos de educação continuada para professores. Foi professora no curso de Licenciatura em Música da UFSCar. Como bailarina, foi intérprete criadora da Caleidos Cia. de Dança (São Paulo) por 6 anos. Atualmente é professora do Curso Superior de Música e da Pós-graduação da Faculdade Cantareira e integra o Núcleo de Pesquisa em Coreologia no Instituto Caleidos.

Enny Parejo - Doutora em Educação-Currículo pela PUC de São Paulo. Bacharel em Piano pela Faculdade Paulista de Arte (1984). Especialista em Pedagogia Musical pela pesquisa autodidata e pela participação em diversos cursos (Brasil, França, Espanha e Áustria). Autora das obras “Musicalizar – uma proposta para vivência dos elementos musicais” (São Paulo, 1987), “Estorinhas para Ouvir – aprendendo a escutar música” (São Paulo, 2007) e de diversos artigos sobre educação musical em obras coletivas. Professora da Pós Graduação em Educação Musical e da Licenciatura em música da FIC – FACULDADE INTEGRAL CANTAREIRA. Coordenou o Departamento Infanto-juvenil da Universidade Livre de Música Tom Jobim do Estado de São Paulo, de 1994 a 1998. Elabora cursos para formação e atualização de professores de música e ensino fundamental que vêm sendo ministrados em diversos espaços da capital, do interior paulista e de outros estados. Dirige o ENNY PAREJO ATELIER MUSICAL.

DANÇAS BRASILEIRAS

Passos, sotaques e toadas

Riqueza e diversidade definem nossas festas populares, das quais se originam várias danças brasileiras.Temos os sapateados e trupés dos cocos e caboclinhos, os batuques diretamente ligadas às celebrações vindas d’África, as diferentes danças onde barriga com barriga se “umbigam”, como o samba de roda, a virtuosidade dos passistas de frevo e muitas outras. Em muitas delas, não se separam dançarino, tocador ou puxador de versos. O que impera nessas danças é o espirito da brincadeira e, por isso, algumas são conhecidas por “brinquedo”, pois nos levam a um estado essencial no qual estamos inteiros.

Nessa oficina visitaremos algumas desses danças-brinquedo; conheceremos passos, pesquisaremos o “sotaque” do corpo brasileiro que brinca, aprenderemos rítmicas e canções que as acompanham e, sobretudo, buscaremos nos encontrar com uma parte de nós que ainda é capaz de aprender se divertindo.

Dirigido a: Educadores, professores de arte nas áreas de música, dança e teatro.

Datas e horários: 14 e 15 de julho, 6ª feira e sábado, das 14h30 as 18h30

Carga horária total: 8 horas

Investimento: $ 200,00

Formas de pagamento:

• A vista no ato da inscrição (por depósito bancário): $ 200,00

• 2 parcelas de $ 110,00 (uma no ato da inscrição, outra para 30 dias com cheque pré-datado, a ser entregue no 1º dia de oficina)

Incluído no valor do curso: Apostila (para baixar) e repertório de pesquisa organizado.

Professor: Cristiano Meirelles

Cristiano Meirelles é ator, diretor, compositor, músico e dançarino. Formado em artes cênicas pelo Centro de Formação Artística do Palácio das Artes em Belo Horizonte, em Danças Brasileiras pelo Instituto Brincante, em Acordeom pela ULM/SP e atualmente estuda Música – Licenciatura da Faculdade Cantareira. É professor de danças brasileiras na pós-graduação em Educação Musical da Faculdade Cantareira, Gêneros Brasileiros na pós-graduação em Teatro Musical da Escola Superior de Artes Célia Helena e Pesquisa em Dança na pós-graduação em Planejamento Cultural da Universidade Sagrado Coração em Bauru. Pelo Instituto Brincante criou curso de Teatro Musical Popular Brasileiro, coordenou a formação em cultura popular para professores da rede pública municipal de São Paulo além de dirigir e atuar em vários espetáculos. Como artista trabalhou em vários espetáculos com alguns grupos e artistas, entre eles: Jogando no Quintal, Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, Antônio Nóbrega, João das Neves, Chico César, Cia Livre de  Teatro e Greg Hicks (Royal Shakespeare Company – Londres); com esse trabalhos esteve em vários países da América Latina, Europa e Estados Unidos, além do nosso vasto Brasil.

MUSICALIZAÇÃO DE BEBÊS

A música permite ao bebê comunicar-se

com as pessoas  e com o mundo…

O bebê estará totalmente entregue

às maravilhosas interações

que teremos com ele

em sua tenra infância.

A música e as brincadeiras criarão

uma cumplicidade afetiva…

O bebê desenvolverá autoestima,

autoconfiança e conquistará

facilmente seu lugar na vida social.

Este curso tem por objetivos discutir conteúdos e procedimentos didáticos utilizáveis na sensibilização e estimulação musical de bebês; fundamentar a atividade de musicalização nessa faixa etária; preparar o professor para atuar expressivamente e “improvisar” nas situações inusitadas que se apresentam nas aulas com os pequenos; apresentar e discutir repertórios de canções, parlendas e ritmos interessantes para promover a imersão sensorial do bebê no mundo da música, e, sobretudo, abrir espaço para frutíferas trocas de experiências entre os participantes.

Dirigido a: professores e estudantes de música; professores de educação infantil e creches; profissionais de berçário, pais carinhosos e demais interessados em música e desenvolvimento humano.

Datas e horários: 16 e 17 de julho, domingo e 2ª feira, das 9h00 as 13h00 e das 14h30 as 18h30

Carga horária total: 16 horas

Conteúdos:

  • O bebê e a música: aspectos neurológicos e psicológicos do desenvolvimento infantil – literatura especializada;
  • A atitude do professor: observação, interação e comunicação;
  • A estimulação multissensorial do bebê: auditiva, visual, tátil e motora;
  • A importância do toque e da escuta da voz materna para o desenvolvimento afetivo do bebê;
  • Estratégias didáticas privilegiadas: canções para tocar o bebê, apresentação de instrumentos e fontes sonoras interessantes;
  • Organização das aulas de música e do currículo;
  • A preparação de mamães, babás e acompanhantes para atuar musicalmente com o bebê.

Investimento: $ 400,00

Formas de pagamento:

  • A vista no ato da inscrição (por depósito bancário): R$ 400,00 ou
  • Duas parcelas de $ 220,00 (uma no ato da inscrição, outra para 30 dias com cheque pré-datado)

Incluído no valor do curso:

  • 1 Apostila
  • 1 CD
  • Envio de textos e apresentações do PowerPoint de fundamentação da

proposta.

Professora: Enny Parejo

Enny Parejo - Doutora em Educação-Currículo pela PUC de São Paulo. Bacharel em Piano pela Faculdade Paulista de Arte (1984). Especialista em Pedagogia Musical pela pesquisa autodidata e pela participação em diversos cursos (Brasil, França, Espanha e Áustria). Autora das obras “Musicalizar – uma proposta para vivência dos elementos musicais” (São Paulo, 1987), “Estorinhas para Ouvir – aprendendo a escutar música” (São Paulo, 2007) e de diversos artigos sobre educação musical em obras coletivas. Professora da Pós Graduação em Educação Musical e da Licenciatura em música da FIC – FACULDADE INTEGRAL CANTAREIRA. Coordenou o Departamento Infanto-juvenil da Universidade Livre de Música Tom Jobim do Estado de São Paulo, de 1994 a 1998. Elabora cursos para formação e atualização de professores de música e ensino fundamental que vêm sendo ministrados em diversos espaços da capital, do interior paulista e de outros estados. Dirige o ATELIER MUSICAL ENNY PAREJO.

Comments are closed.